Checklist: O que eu preciso para praticar tiro com arco?

Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2018 - Arquearia

O Tiro com Arco, popularmente conhecido como arco e flecha em referência aos seus dois principais equipamentos é uma prática extremamente antiga, com registros que remontam à Pré-História. O Tiro com Arco já foi utilizado para caças e batalhas mas atualmente se destaca como uma prática esportiva. Para você que está interessado em começar a praticar preparamos um resumo com os equipamentos básicos e algumas dicas para praticar Tiro com Arco. 

Arco

Sendo um dos equipamentos principais para a prática do Tiro com Arco, o arco é uma arma que dispara flechas e podem ser formados por uma única peça de madeira. O tamanho do arco pode variar, podendo ser tão alto quanto a estatura do atirador e podem possuir várias peças recurvadas que aumentam a potência do arco.  O seu funcionamento consiste basicamente no alongamento da corda, que nos arcos modernos pode ser sintética. A tensão da corda determina e ajusta a potência do tiro, podendo disparar a flecha de 40 a 100 metros, já em arcos maiores um disparo pode chegar a até 400 metros de alcance. 

 

 

Balestras / Bestas

As bestas ou balestras são armas semelhantes a uma espingarda. Uma besta possui um arco adaptado a uma das extremidades de uma haste, esse arco é acionado por um gatilho e lança dardos (flechas mais curtas). A balestra foi muita usada no século 16, sendo fabricada até hoje para a prática de tiro, caça esportiva e alguns modelos para forças armadas especiais. 

Com uma balestra o atirador consegue realizar disparos mais potentes do que com um arco comum pois o tensionamento da corda não depende da capacidade física do atirador e sim do suporte de madeira da balestra. O suporte de madeira fica paralelo à flecha e libera a corda do arco quando o disparador é acionado. Um ponto negativo das bestas é a sua recarga mais lenta, prejudicam o atirador em batalhas de campo aberto. De modo geral as balestras são uma boa opção para quem deseja atirar flechas sem as dificuldades com um arco comum. 

 

 

Flechas 

Fundamentais no Tiro com Arco, os  projéteis utilizados em um arco ou balestra são as flechas feitas de madeira, metal, alumínio, fibra de vidro ou de carbono. Por ser um objeto presente na maioria das culturas não se sabe ao certo a sua origem. As flechas são basicamente hastes longas e finas com umas das pontas afiada e outra com engaste para fixação na corda do arco. Atualmente essas pontas podem ser encontradas separadamente e então fixadas à flecha. 

As flechas feitas de fibras de carbono possuem mais durabilidade e leveza, porém também são mais caras. As de alumínio também possuem boa duração, mas apresentam uma pequena tendência a entortar caso acertem superfícies duras repetidamente. As flechas de madeira são mais frágeis e podem apresentar diferenças de uma flecha para outra, sendo da mesma marca ou não. O ponto positivo das flechas de madeira é o valor reduzido se comparado as flechas de outros materiais.

As flechas também possuem penas próximas a extremidade posterior para ajudar a estabilizar a trajetória de voo.  Hoje em dia as penas são fabricadas de plástico e afixadas com cola especial.

 

 

As pontas das flechas podem ser dividas nas seguintes modalidades:

  • Pontas de Prática: Essas pontas possuem o mesmo formato das balas de revólver, sendo levemente afiadas e penetram os alvos facilmente. Atualmente é o tipo de ponta de flecha mais usado. 
  • Pontas de Campo:  Usadas por caçadores e para a prática no campo, não ficam presas a objetos e não destroem os alvos de prática. 
  • Pontas Judo: Essas pontas possuem pequenos arames saindo das laterais que enroscam no mato evitando que a flecha desapareça no meio do mato. 
  • Pontas cegas: Essas pontas não são afiadas e eram usadas na caça de animais quando o objetivo era apenas derrubar o animal. Uma ponta cega também é capaz de penetrar no alvo. 
  • Pontas de Pesca:  Essas pontas são mais pesadas que as demais e possuem pequenas hastes que ficam atadas à uma corda para que possam ser puxadas após o tiro. 
  • Pontas Broadheads: Essas pontas eram usadas na guerra e não são indicadas para a prática de tiro com arco pois possuem de duas a quatro lâminas afiadas que podem provocar sangramentos em quem for atingido e destroem o alvo facilmente. 
  • Pontas Bodkin: Essas pontas atualmente existem apenas em algumas flechas tradicionais (como as asiáticas feitas de bambu). Elas eram feitas com pontas pequenas e rígidas para penetrar armaduras.

Alvos 

Os alvos para Tiro com Arco são basicamente um diagrama de anéis concêntricos graduados de 10 a 1 a partir do centro feitos de papel ou de materiais sintéticos. A pontuação é atribuída de acordo com as cores de cada anel, sendo que na cor amarelo 10 e 9 pontos, vermelha 8 e 7 pontos, azul 6 e 5 pontos, preta 4 e 3 e na branca 2 e 1 pontos. 

Quando o atleta está iniciando no Tiro com Arco os alvos podem ser colocados a cinco ou dez metros de distância e aos poucos essa distância irá aumentando até chegar aos dezoito metros, a medida padrão para competições em ambientes fechados. O tamanho do alvo pode variar de acordo com a distância em que as flechas serão atiradas, em competições ao ar livre, por exemplo, o alvo pode chegar a 122 cm de diâmetro para distâncias de até 90 metros

 

 

Dominância do olho

No Tiro com Arco a dominância do olho se refere a qual olho você deverá utilizar para mirar. Quando o olho direito é o dominante o ideal é segurar o arco com a mão esquerda e com a mão direita puxar a corda. Não atirar de acordo com a dominância do olho pode afetar o outro olho devido ao esforço que ele terá que fazer. O grau dessa dominância pode variar de pessoa para pessoa, em alguns casos a precisão do olho dominante pode ser muito próximo ao do outro olho.  

Descubra a dominância do olho

  1. Escolha algo para ser o seu "alvo" e fique a uma distância de cinco ou 10 metros.

  2. Aproxime os seus dois polegares deixando um espaço entre eles, então espalme as mãos para frente e mantenha os braços estendidos.

  3. Tente visualizar com os dois olhos o alvo através do espaço entre os seus dedos.

  4. Com o olhar fixo no alvo feche apenas um olho, e depois feche o outro olho.  

  5. O olho que permitir que você continue vendo o alvo perfeitamente é o seu olho dominante, ou seja, na hora de praticar Tiro com Arco essa será a sua dominância do olho.

 

 

Protetores

O uso de protetores é recomendado também no Tiro com Arco. O uso de protetores para mãos, parecidos com uma dedeira, ajudam a evitar a fadiga nos dedos por puxar a corda e calos dolorosos na mão. Outro protetor importante é o de braço, pois algumas vezes a corda pode acabar batendo com força, principalmente no início, evitando que essas batidas machuquem ou provoquem marcas no seu braço.  

 

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a prática do Tiro com Arco aproveite para conferir nosso setor de  equipamentos para arquearia no Mundo da Carabina!