Blog Mundo da Carabina

Atenção a alguns cuidados básicos com sua Arma de Airsoft

Quarta-feira, 07 de Fevereiro de 2018 - Airsoft

As armas de Airsoft precisam de cuidados e manutenção como qualquer outro tipo de arma. A frequência de limpeza dependerá justamente da frequência de utilização da mesma. No geral, após aproximadamente 2 mil tiros você deve limpar a arma e desmontar as partes removíveis e que não afetem a garantia da sua arma. A primeira e principal dica que você deve sempre seguir é ler o manual da sua arma e seguir corretamente o que ele diz para a manutenção.

Uma das partes que merece mais atenção é o cano da arma, pois um cano sujo vai atrapalhar a saída da esfera, podendo diminuir sua pressão ou até mesmo fazendo com que a bolinha fique presa dentro da arma.

 

 

Antes de começar a limpeza do cano retire o magazine da arma, deixe o seletor em disparos únicos e dispare a arma, isso é necessário para garantir que não reste nenhuma esfera no cano (sempre após utilizar a arma é indicado realizar este procedimento). Para limpar o cano é recomendado usar apenas óleo de silicone, pois outros produtos podem causar problemas na parte interna da arma.

As armas geralmente vêm acompanhadas de uma vareta para a limpeza. Na ponta da vareta há um tecido que deve ser umedecido com o óleo e então inserida no cano para realização da limpeza. Nunca force a vareta no interior do cano, mesmo que encontre algum obstáculo pelo caminho não force para o ultrapassar pois poderá causar danos a arma, nesse caso o mais indicado é a ajuda de um profissional. Também não force para que a vareta chegue até o magazine, isso não é necessário e poderá causar problemas na arma. O tecido deve ser trocado sempre que sair com sujeira. Você saberá que o cano está limpo quando o pano não apresentar sujeira.

Também é bom observar se não há parafusos frouxos na arma, pois isso pode acontecer devido as vibrações causadas pelos tiros. 

Armazenamento e transporte da sua Airsoft 

Na hora de transportar a sua arma existem alguns cuidados a serem tomados como por exemplo jamais expor a arma, sempre carregando em uma caixa de segurança ou mala. Isso é fundamental para garantir a sua segurança e a de outras pessoas e para não causar pânico ou confusões por pensarem que se trata de uma arma de fogo.

Quando for guardar sua arma acione a trava de segurança e remova a bateria, o ideal é remove-la logo após terminar o jogo. Fazendo isso você evitará disparos acidentais e deixar a bateria na arma fará com que ela descarregue.

É importante não guardar a arma com munição e em um local seco e limpo, longe da luz do sol e sem excesso de calor, principalmente as armas e equipamentos que forem de plástico. A arma deve ficar em um local fechado, como um armário com as portas trancadas. Usar panos para envolver a arma e assim evitar possíveis arranhões nela também é uma boa. Já as munições não devem ficar no mesmo lugar que as armas, sempre que possível guarde as esferas em um local afastado e também bem trancado.

Os reservatórios de gás das armas GBB's devem conter apenas um pouco de gás quando estiverem guardados, não sendo indicado guardar vazios, pois o gás ajudará a prevenir a expansão e ressecamento dos anéis expansíveis do reservatório. A arma também deve estar sem o carregador e a câmara.

Lembre-se de verificar se se a mola não está comprimida, pois ao guardar com a mola pressionada, a arma perderá sua potência com o tempo.

Fique atento aos materiais com dicas sobre Airsoft aqui no Mundo da Carabina e aproveite para conferir as melhores armas, munições e equipamentos que temos em nosso site!

Continuar lendo ...

Você está preparado para uma partida de airsoft?

Quinta-feira, 01 de Fevereiro de 2018 - Airsoft

Preparar-se para uma partida de Airsoft não é uma tarefa difícil, porém existem alguns detalhes que você precisa saber. Para isso separamos abaixo algumas dicas simples que vão auxilia-lo a ter a melhor experiência possível na sua próxima partida.

O que é preciso levar?

Primeiramente você precisará de uma boa mochila para levar todos os seus equipamentos, roupas e acessórios, e acredite, por maior que a mochila seja, não irá sobrar quase nenhum espaço.

Entre os principais itens que você precisa levar para uma partida de Airsoft são os equipamentos de proteção como os óculos, para que os seus olhos não sejam atingidos por alguma esfera plástica. Entre outros equipamentos de proteção estão o colete, cotoveleira, joelheira e a máscara tática que também não podem ser esquecidos.

Apesar das munições serem bolinhas de plástico é sempre importante manter a área do peito protegida por um colete, assim você previne possíveis acidentes e algumas pequenas lesões. A proteção da cabeça é tão importante quanto a do peito sendo indicado o uso de um bom capacete tático. Alguns jogadores também levam outros equipamentos extras de segurança, como luvas e protetores de pescoço.

Para jogos de Airsoft em ambientes abertos é aconselhável levar um binóculo para conseguir ter uma vantagem sobre a equipe adversária, pois com ele você enxergará seus inimigos que estão longe e descobrir suas posições antes de ataca-los. É também recomendado o uso de botas táticas nesse tipo de ambiente, pois oferecem mais proteção e segurança para os seus pés e tornozelos. É bom ter também um Kit de primeiros socorros e uma garrafa de água na sua mochila.

O Principal! Você não pode esquecer sua arma de Airsoft e as munições, afinal sem arma e munição como você vai jogar? Caso sua arma seja elétrica leve baterias extras e um carregador para você não ter que parar de jogar caso elas acabem. Essa dica também serve para as armas a gás, sempre leve uma carga extra.

Colete de Proteção para Airsoft

 

Escolha roupas adequadas! 

As roupas que você vestirá para a partida de Airsoft precisam ser resistentes, principalmente em jogos na mata. Roupas com tecidos fracos rasgam facilmente ao enroscarem em galhos ou plantas, muito comum nas partidas de Airsoft. As roupas precisam cobrir todo o corpo e ser de material transpirável para não sentir muito calor. É possível encontrar blusas e calças feitas especialmente para Airsoft, sendo uma boa investir um pouco mais pois são mais adequadas para a prática do esporte.

Não use roupas chamativas pois assim o seu inimigo vai te encontrar com muita facilidade. O melhor mesmo é roupas com cores parecidas com a do ambiente do jogo, conhecidas como camufladas, assim as chances de você passar despercebido são maiores.

 

Será que meu corpo está preparado para uma partida de Airsoft? 

O cuidado com a saúde também é fundamental para se ter um bom desempenho!  É importante sempre passar por avaliações para verificar se está tudo certo com o seu sistema cardiovascular, ligamentos e tendões pois o Airsoft é uma atividade que exige bastante esforço físico.

Na sua lista de atividades de preparação para jogos de Airsoft devem estar os treinos aeróbicos, corridas, exercícios de fortalecimento das coxas, pernas, lombar, braços e ombros. Cuide também adequadamente da sua alimentação e hidratação, dê preferência aos alimentos que possuam vitaminas pois elas ajudarão a ter mais resistência e condicionamento físico.

Um bom preparo físico proporciona melhor rendimento e desempenho ao praticante de Airsoft. Se você deseja sair-se bem em campo e fazer a diferença na sua equipe dê atenção a esses detalhes.

Como em qualquer atividade que exige esforço físico e muscular é fundamental alongar-se antes e após a partida para evitar dores e lesões.

Fique atento aos materiais com dicas sobre Airsoft aqui no Mundo da Carabina e aproveite para conferir as melhores armas, munições e equipamentos que temos em nosso site!

Continuar lendo ...

Arco Recurvo, Arco Composto e Balestra: Qual arma escolher?

Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2018 - Arquearia

Quando decidimos praticar Tiro com Arco surge uma grande dúvida, qual arma escolher: Arco ou Balestra? Sendo um dos equipamentos principais para a prática do Tiro com Arco, o arco é uma arma que dispara flechas e podem ser formados por uma única peça de madeira enquanto as balestras são armas semelhante a uma espingarda que possuem um arco adaptado a uma das extremidades de uma haste, esse arco é acionado por um gatilho e lança dardos (flechas mais curtas).

Para facilitar sua decisão, leia agora um resumo sobre cada uma das armas e algumas indicações de modelos. 

Arco Recurvo 

O Arco Recurvo, também conhecido como arco olímpico, é o único modelo de arco utilizado nas Olimpíadas. Caracterizado pela dupla curvatura de suas lâminas, a sua potência vem do acúmulo de energia gerado pela curvatura das lâminas. Há dois tipos diferentes de arco recurvo, inteiriço e desmontável. Os Arcos Recurvos podem ser equipados como estabilizadores e miras para facilitar o tiro. 

Observações: 

  • Exige mais esforço na hora de fazer e manter a puxada.
  • Não possui sistemas de roldanas.
  • Não exige muitos cuidados e manutenção

 

Indicações: 

Arco Recurvo Augusta - Crosman Kit Arco Recurvo 18 Libras - Buffalo River

Arco Recurvo Augusta - Crosman

Kit Arco Recurvo 18 Libras - Buffalo River

 

Arco Composto

O Arco Composto também conhecido como Arco Moderno utiliza sistemas de alavancas, cabos e  roldanas para tornar a puxada mais fácil para o arqueiro sem necessitar de muito esforço, facilitando um tiro mais preciso e certeiro. 

Observações: 

  • Pouco afetado por mudanças de temperatura e umidade.
  • Melhor precisão, velocidade e alcance, em relação ao arco recurvo.
  • Exige maiores cuidados e manutenção.
  • Não é aceito nos Jogos Olímpicos. 

 

Indicações:

Conjunto Arco 25 Lbs MK - CB010AC - Man Kung Kit Arco Composto 65 Libras (Prata/Azul) - Buffalo River

Conjunto Arco 25 Lbs MK - CB010AC - Man Kung

Kit Arco Composto 65 Libras - Buffalo River

Arco Barnett Vortex H20 31 - 45 Libras Alivio 60 - 70% Destro Azul Arco Composto 55 Lbs MK-CB55GC - Camuflado - Man kung

Arco Barnett Vortex H20 31 - 45 Libras Alivio 60 - 70% Destro

Arco Composto 55 Lbs MK-CB55GC - Man kung

 

Balestra

As Bestas ou Balestras são armas semelhante a uma espingarda. Uma Besta possui um arco adaptado a uma das extremidades de uma haste, esse arco é acionado por um gatilho e lança dardos (flechas mais curtas). A Balestra foi bastante usada como arma de fogo até o século 16, sendo utilizada pelos franceses na Guerra dos Cem Anos por ser uma arma capaz de atravessar armaduras e um alcance de até 250 metros de distância. Atualmente as Bestas são fabricadas para a prática de tiro, caça esportiva e alguns modelos para forças armadas especiais. 

De modo geral, as Balestras são uma boa opção para quem deseja atirar flechas sem as dificuldades de um arco comum. 

Observações:

  • Disparos mais potentes do que com um arco comum.
  • O tensionamento da corda não depende da capacidade física do atirador e sim do suporte de madeira da balestra.
  • A recarga mais lenta prejudica o atirador em batalhas de campo aberto.
  • Empunhadura semelhante as de armas de fogo. 

 

Indicações:

Balestra Composta

Balestra MD MK-180, 130Lbs Arco Dobravel Alumínio - Man Kung Besta Terena - Nautika

Balestra MD MK-180, 130Lbs Arco Dobravel Alumínio - Man Kung 

Besta Terena - Nautika

 

Balestra Recurvo

Besta/Balestra Recurvo Curta MK-80A4AL - 80 Lbs - Man Kung Besta/Balestra Recurvo Curta MK-80A3 - 80 Lbs - Man Kung

Besta/Balestra Recurvo Curta MK-80A4AL - 80 Lbs - Man Kung 

Besta/Balestra Recurvo Curta MK-80A3 - 80 Lbs - Man Kung

 

Agora que você já sabe quais as diferenças do Arco Recurvo, Arco Composto e Balestra escolha o melhor para você, pois com certeza ele está aqui no Mundo da Carabina.  Confira agora mesmo a grande variedade de arcos e balestras que temos disponíveis clicando aqui!  

Continuar lendo ...

Checklist: O que eu preciso para praticar tiro com arco?

Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2018 - Arquearia

O Tiro com Arco, popularmente conhecido como arco e flecha em referência aos seus dois principais equipamentos é uma prática extremamente antiga, com registros que remontam à Pré-História. O Tiro com Arco já foi utilizado para caças e batalhas mas atualmente se destaca como uma prática esportiva. Para você que está interessado em começar a praticar preparamos um resumo com os equipamentos básicos e algumas dicas para praticar Tiro com Arco. 

Arco

Sendo um dos equipamentos principais para a prática do Tiro com Arco, o arco é uma arma que dispara flechas e podem ser formados por uma única peça de madeira. O tamanho do arco pode variar, podendo ser tão alto quanto a estatura do atirador e podem possuir várias peças recurvadas que aumentam a potência do arco.  O seu funcionamento consiste basicamente no alongamento da corda, que nos arcos modernos pode ser sintética. A tensão da corda determina e ajusta a potência do tiro, podendo disparar a flecha de 40 a 100 metros, já em arcos maiores um disparo pode chegar a até 400 metros de alcance. 

 

 

Balestras / Bestas

As bestas ou balestras são armas semelhantes a uma espingarda. Uma besta possui um arco adaptado a uma das extremidades de uma haste, esse arco é acionado por um gatilho e lança dardos (flechas mais curtas). A balestra foi muita usada no século 16, sendo fabricada até hoje para a prática de tiro, caça esportiva e alguns modelos para forças armadas especiais. 

Com uma balestra o atirador consegue realizar disparos mais potentes do que com um arco comum pois o tensionamento da corda não depende da capacidade física do atirador e sim do suporte de madeira da balestra. O suporte de madeira fica paralelo à flecha e libera a corda do arco quando o disparador é acionado. Um ponto negativo das bestas é a sua recarga mais lenta, prejudicam o atirador em batalhas de campo aberto. De modo geral as balestras são uma boa opção para quem deseja atirar flechas sem as dificuldades com um arco comum. 

 

 

Flechas 

Fundamentais no Tiro com Arco, os  projéteis utilizados em um arco ou balestra são as flechas feitas de madeira, metal, alumínio, fibra de vidro ou de carbono. Por ser um objeto presente na maioria das culturas não se sabe ao certo a sua origem. As flechas são basicamente hastes longas e finas com umas das pontas afiada e outra com engaste para fixação na corda do arco. Atualmente essas pontas podem ser encontradas separadamente e então fixadas à flecha. 

As flechas feitas de fibras de carbono possuem mais durabilidade e leveza, porém também são mais caras. As de alumínio também possuem boa duração, mas apresentam uma pequena tendência a entortar caso acertem superfícies duras repetidamente. As flechas de madeira são mais frágeis e podem apresentar diferenças de uma flecha para outra, sendo da mesma marca ou não. O ponto positivo das flechas de madeira é o valor reduzido se comparado as flechas de outros materiais.

As flechas também possuem penas próximas a extremidade posterior para ajudar a estabilizar a trajetória de voo.  Hoje em dia as penas são fabricadas de plástico e afixadas com cola especial.

 

 

As pontas das flechas podem ser dividas nas seguintes modalidades:

  • Pontas de Prática: Essas pontas possuem o mesmo formato das balas de revólver, sendo levemente afiadas e penetram os alvos facilmente. Atualmente é o tipo de ponta de flecha mais usado. 
  • Pontas de Campo:  Usadas por caçadores e para a prática no campo, não ficam presas a objetos e não destroem os alvos de prática. 
  • Pontas Judo: Essas pontas possuem pequenos arames saindo das laterais que enroscam no mato evitando que a flecha desapareça no meio do mato. 
  • Pontas cegas: Essas pontas não são afiadas e eram usadas na caça de animais quando o objetivo era apenas derrubar o animal. Uma ponta cega também é capaz de penetrar no alvo. 
  • Pontas de Pesca:  Essas pontas são mais pesadas que as demais e possuem pequenas hastes que ficam atadas à uma corda para que possam ser puxadas após o tiro. 
  • Pontas Broadheads: Essas pontas eram usadas na guerra e não são indicadas para a prática de tiro com arco pois possuem de duas a quatro lâminas afiadas que podem provocar sangramentos em quem for atingido e destroem o alvo facilmente. 
  • Pontas Bodkin: Essas pontas atualmente existem apenas em algumas flechas tradicionais (como as asiáticas feitas de bambu). Elas eram feitas com pontas pequenas e rígidas para penetrar armaduras.

Alvos 

Os alvos para Tiro com Arco são basicamente um diagrama de anéis concêntricos graduados de 10 a 1 a partir do centro feitos de papel ou de materiais sintéticos. A pontuação é atribuída de acordo com as cores de cada anel, sendo que na cor amarelo 10 e 9 pontos, vermelha 8 e 7 pontos, azul 6 e 5 pontos, preta 4 e 3 e na branca 2 e 1 pontos. 

Quando o atleta está iniciando no Tiro com Arco os alvos podem ser colocados a cinco ou dez metros de distância e aos poucos essa distância irá aumentando até chegar aos dezoito metros, a medida padrão para competições em ambientes fechados. O tamanho do alvo pode variar de acordo com a distância em que as flechas serão atiradas, em competições ao ar livre, por exemplo, o alvo pode chegar a 122 cm de diâmetro para distâncias de até 90 metros

 

 

Dominância do olho

No Tiro com Arco a dominância do olho se refere a qual olho você deverá utilizar para mirar. Quando o olho direito é o dominante o ideal é segurar o arco com a mão esquerda e com a mão direita puxar a corda. Não atirar de acordo com a dominância do olho pode afetar o outro olho devido ao esforço que ele terá que fazer. O grau dessa dominância pode variar de pessoa para pessoa, em alguns casos a precisão do olho dominante pode ser muito próximo ao do outro olho.  

Descubra a dominância do olho

  1. Escolha algo para ser o seu "alvo" e fique a uma distância de cinco ou 10 metros.

  2. Aproxime os seus dois polegares deixando um espaço entre eles, então espalme as mãos para frente e mantenha os braços estendidos.

  3. Tente visualizar com os dois olhos o alvo através do espaço entre os seus dedos.

  4. Com o olhar fixo no alvo feche apenas um olho, e depois feche o outro olho.  

  5. O olho que permitir que você continue vendo o alvo perfeitamente é o seu olho dominante, ou seja, na hora de praticar Tiro com Arco essa será a sua dominância do olho.

 

 

Protetores

O uso de protetores é recomendado também no Tiro com Arco. O uso de protetores para mãos, parecidos com uma dedeira, ajudam a evitar a fadiga nos dedos por puxar a corda e calos dolorosos na mão. Outro protetor importante é o de braço, pois algumas vezes a corda pode acabar batendo com força, principalmente no início, evitando que essas batidas machuquem ou provoquem marcas no seu braço.  

 

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a prática do Tiro com Arco aproveite para conferir nosso setor de  equipamentos para arquearia no Mundo da Carabina!

Continuar lendo ...

Tiro com Arco também é um esporte?

Terça-feira, 19 de Dezembro de 2017 - Arquearia

Conheça um pouco mais do Tiro com Arco, arqueirismo e arquearia. A prática de utilizar um arco e flechas para acertar um alvo!

A história do Tiro com Arco teve início ainda no período Paleolítico. Há cerca de 15 mil anos o arco e flecha era utilizado como instrumento de caça e posteriormente como importante arma de guerra, porém, com o desenvolvimento da pólvora o Tiro com Arco deixou de estar presente nas guerras e aos poucos se tornou um esporte e entretenimento, sendo o torneio mais antigo que se há registros o Scorton Arrow disputado em 1673 em Yorkshire na Inglaterra.

Em 1879, mais de dois séculos depois, foi realizado o primeiro Campeonato Americano da modalidade, organizado pela Associação Nacional de Arquerismo dos Estados Unidos. A Federação Internacional de Tiro com Arco (FITA) foi fundada apenas em 1930, realizando o primeiro Campeonato Mundial de Tiro com Arco na Polônia.

 

O Tiro com Arco nos Jogos Olímpicos

A primeira Olimpíada a contar com o Tiro com Arco foi a de Paris no ano de 1900 com apenas seis provas de arco e flecha, porém, após as olimpíadas de 1920 o esporte não foi mais considerado como uma modalidade olímpica, voltando aos jogos somente em 1972 . O Tiro com arco também foi um dos primeiros esportes a incluir a participação das mulheres nos jogos já na sua segunda participação, em 1904. As disputas por equipes de três pessoas passaram a ocorrer nas Olimpíadas de 1988, em Seul, Capital da Coreia do Sul. 

 

O Tiro com Arco no Brasil 

No Brasil o Tiro com Arco chegou por volta de 1955 através do comissário de voo Adolpho Porta. O comissário da Panair do Brasil trabalhava em Portugal e conheceu o esporte em 1950. Quando voltou ao Brasil trouxe arcos, flechas e alvos, além de um regulamento da FITA. Adolpho então difundiu o esporte no Rio de Janeiro e no mesmo ano ocorreu o primeiro torneio nacional de Tiro com Arco.  O Brasil se filiou à FITA 1972, enviando os arqueiros Renato Joaquim Emílio e Arcy Kempner para o Campeonato Mundial, mas apenas nos Jogos Olímpicos de Moscou em 1980 que atletas brasileiros de Tiro com Arco estiveram presentes pela primeira vez em uma Olimpíadas.  Apesar disso, a Federação Brasileira de Tiro com Arco foi criada apenas em 1991, devido ao grande crescimento de federações estaduais e do aumento do número de atletas. 

 

Curiosidades: 

- Em alguns países ainda há grupos de arqueiros treinados pelas forças armadas. 

- Apesar de popularmente conhecido com arco e flecha, em 1991 o esporte recebeu o nome oficial de Tiro com Arco pela Confederação Brasileira de Tiro com Arco devido a exigências internacionais. 

- Em apenas uma hora praticando arco e flecha você elimina cerca de até 234 calorias.

- Atualmente as flechas são de alumínio e carbono, mas antes eram feitas à mão com penas de peru.

- Quando um atleta consegue realizar a jogada chamada Robin Hood, uma das mais raras desse esporte,  pode levar a flecha para  a casa para guardá-la como troféu. A jogada consiste em acertar a flecha na parte de trás de outra flecha que já esteja fincada no alvo, consequentemente partindo a flecha que já estava no alvo. 

- Para marcar as suas flechas os arqueiros escrevem seu nome ou suas iniciais nelas. 

 

Agora que você já conhece um pouco mais desse esporte aproveite e confira a grande variedade de  equipamentos para arquearia que temos aqui no Mundo da Carabina!

Continuar lendo ...

Arma de Pressão: Saiba qual é a mais indicada para você

Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017 - Tiro Esportivo

Entenda melhor como funciona cada arma de pressão antes de escolher a sua!

Quando vamos comprar uma arma de pressão precisamos escolher entre uma pistola ou uma carabina, calibre 4.5 mm ou 5.5 mm. Para te ajudar a fazer a escolha certa preparamos este material sobre armas de pressão.  

Outro ponto importante é que há armas de pressão com diferentes tipos de funcionamento, cada uma com suas particularidades, vantagens e desvantagens. Antes de escolher a sua arma de pressão vamos falar um pouco sobre alguns detalhes que irão evitar futuras dores de cabeça.

Pistolas e carabinas

Pistolas - As pistolas são armas menores e curtas, podem ser seguradas apenas com uma mão. As disputas com esse tipo de arma são divididas em categorias diferentes como sport, pistola livre, pistola de ar e tiro rápido.

Carabinas - As carabinas são armas maiores, possuem cano longo e apoio para o ombro. São indicadas para distâncias maiores e necessitam da utilização das duas mãos, uma para apontar e a outra para realizar o disparo. Podem pesar até 8 kg para os homens e até 5 kg para as mulheres. 

Calibre 

4.5 mm - Possuem boa precisão e os tiros costumam ter uma trajetória mais retilínea perdendo menos altura em distâncias maiores, mas também podem ser afetados pelo vento em locais abertos por serem menores e mais leves.  Este calibre é permitido na maioria das competições e também é bastante utilizado nos treinos. As armas com calibre 4.5mm geralmente são mais baratas assim como os chumbinhos. 

5.5 mm - Por serem mais pesados, o uso desses chumbinhos é indicado para locais com vento. Não há muita diferença em relação ao calibre 4.5 mm mas a precisão é menor em tiros de longa distância e provocam um pouco mais de estrago, porém a penetração é menor. 

Mola / Springer

As armas de pressão por ação de mola também são conhecidas como springers. As Armas Springers possuem uma mola espiral que é acionada ao engatilhar e que libera a pressão no momento do disparo. Elas também são práticas e fáceis de carregar, basta abrir a arma, inserir o chumbinho, fecha-la novamente e pronto.

Um ponto negativo das Armas Springers é a vibração do cano no momento do disparo que pode prejudicar a precisão do tiro, mesmo elas sendo potentes. Para manutenção, a lubrificação externa e limpeza são o suficiente, mas atenção, não se recomenda guardar a carabina engatilhada pois reduzirá a vida útil da mola.

Pistolas Springer 4.5 mm e 5.5 mm
Pistola de Pressão P226 Mola - Slide Metal Cal 4,5mm - KWC Pistola de Pressão Beeman 2004 P-17 Cal 5,5mm - Rossi

Pistola de Pressão P226 Mola - 4,5mm

Pistola de Pressão Beeman 2004 P-17 - 5,5mm

Carabinas Springer 4.5 mm e 5.5 mm

Carabina de Pressão Fiora STD Cal 4,5 mm com coronha de Madeira Carabina de Pressão Shadow Black Cal 5.5mm - Fixxar

Carabina de Pressão Fiora STD

Carabina de Pressão Shadow Black

 

Gás Ram / Pistão pneumático 

Nas Armas a Gás Ram o nitrogênio em alta pressão (gás inerte que não sofre com variações de temperatura e altitude) fica armazenado em um cilindro de aço que juntamente com a haste responsável por fazer o mecanismo funcionar formam o pistão pneumático.  Essas armas possuem um melhor desempenho e apresentam disparos precisos pois, diferentemente das springers, não há vibrações durante os disparos. O desgaste das armas com pistão pneumático também é menor ao longo do tempo, ou seja, não há variação de potência entre um tiro e outro, como pode ocorrer nas molas convencionais que acabam ficando mais fracas com o tempo.

Para carregar e engatilhar a arma o processo é o mesmo que as springers, basta abrir a arma e colocar a munição. Elas podem ficar armadas por longos períodos de tempo sem o risco de prejudicar ou danificar o equipamento. 

Pistolas com Gás Ram
Pistola de Pressão Benjamin Trail BBP77 Cal 4,5mm - Pistão Pneumático - Crosman Pistola de pressão modelo P-900 IGT cal 4.5mm

Pistola de Pressão Benjamin Trail BBP77

Pistola de pressão modelo P-900 IGT

Carabinas com Gás Ram
Carabina De Pressão Gamo Maxxim IGT Mach 1 Black Polimero 4,5mm Carabina de Pressão BAM B19-Z Hunter Wood Super Match 5.5mm com Gas Ram 45Kg - SWBR

Carabina De Pressão Gamo Maxxim IGT Mach 1 Black Polimero

Carabina de Pressão BAM B19-Z Hunter Wood Super Match

 

Ar comprimido / PCP 

As armas de pressão a ar comprimido são conhecidas como PCPs (pressão pré-carregada) e são consideradas as mais potentes no mercado e apresentam maior precisão que as demais armas de pressão.

O tanque interno que armazena o ar comprimido deve ser recarregado com bombas manuais ou cilindros de ar comprimido pré-carregados por compressor de ar. O ponto negativo das PCPs é justamente este, precisar reabastecer para continuar atirando. Sendo as mais escolhidas para competições esportivas, como os jogos olímpicos.

Pistolas PCP
Pistola de Pressão PCP KWC modelo P45 Cal 4,5mm Full Metal - Rossi Pistola de Pressão Hatsan AT P1 - Calibre 5,5 mm - PCP

Pistola de Pressão PCP KWC P45 4.5 mm

Pistola de Pressão Hatsan AT P1 5.5 mm

 

Carabinas PCP

Carabina PCP Gamo Coyote Carabina de Pressão Hatsan PCP AT44-10 Cal 4,5mm + Capa 46"

Carabina PCP Gamo Coyote

Carabina de Pressão Hatsan PCP AT44-10

 

Agora que conversamos um pouco mais sobre o funcionamento, calibres e mecanismos das armas de pressão você já sabe qual a melhor para praticar Tiro Esportivo?  No Mundo da Carabina temos diversas opções de armas de pressão com o melhor preço do mercado, é só você conferir e escolher a sua! 

 

Continuar lendo ...

O que eu preciso saber para praticar tiro esportivo?

Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017 - Tiro Esportivo

O tiro esportivo assim como qualquer esporte também necessita de equipamentos adequados e cuidados básicos para evitar acidentes.

Cada vez mais pessoas estão aderindo a prática do Tiro Esportivo, seja para diversão ou competição. Para ajudar você que está começando agora no Tiro Esportivo ou ainda está apenas interessado no esporte separamos algumas dicas para você praticar com mais qualidade e segurança. 

Armas de pressão

Para praticar Tiro Esportivo recomenda-se o uso de armas de pressão. Diferentemente das armas de fogos as armas de pressão atiram setas metálicas ou chumbos e dão apenas um tiro por vez. A energia das armas de pressão é bem menor do que as de fogo, pois o disparo ocorre pela pressão do ar comprimido gerado por uma mola, por um pistão a gás ou por um reservatório interno de ar comprimido ou gás carbônico. 

As armas de pressão com calibre até 6 mm podem ser adquiridas por pessoas maiores de idade sem a necessidade do Certificado de Registro (CR). Na hora de transportar a arma é indicado que sempre esteja com a nota fiscal original e não fique expondo a arma de forma ostensiva.

Há dois tipos de arma de pressão para a prática do Tiro Esportivo, as pistolas e as carabinas. As pistolas são armas menores, mais curtas e podem ser seguradas apenas com uma mão. As disputas com pistolas de pressão são divididas em categorias diferentes como sport, pistola livre, pistola de ar e tiro rápido. Já as carabinas são armas maiores, possuem cano longo, apoio para o ombro, indicadas para distâncias maiores e necessitam da utilização das duas mãos, uma para apontar e a outra para realizar o disparo. As carabinas de pressão podem pesar até 8 kg para os homens e até 5 kg para as mulheres. 

Carabina de Pressão DeltaMax Force Cal 4,5mm - Gamo Pistola de Pressão Beeman 2006 P-17

Carabina de Pressão DeltaMax Force

Pistola de Pressão Beeman 2006 P-17

 

Munições (chumbinhos)

Existe mais de um tipo de chumbinho, cada um sendo mais indicado para determinadas situações e variando de calibre (4.5 mm, 5.5 mm e 6.35 mm). 

Chumbos esféricos: Esse tipo de chumbinho permite uma penetração profunda no alvo, era bastante utilizado há algum tempo, mas por não ser tão eficiente deixou de ser tão usado. 

Chumbos diabolo: Esses chumbos resultam em tiros mais precisos. Por possuírem rotação horizontal os chumbos diabolo dão ao atirador um conhecimento da trajetória e comportamento do projétil.

Chumbinho Diabolo Calibre 5,5 mm - 250 unidades - Rossi

Chumbinho Diabolo

 

Chumbos de cabeça plana: Ao atingirem o alvo esse tipo de chumbo faz um pequeno buraco no ponto de contato facilitando a contagem de acertos. Mais usados em distâncias até 20 metros os chumbos de cabeça plana são indicados para a prática de tiro em alvos de papel ou cartão.

Chumbos de cabeça arredondada: Possuem aerodinâmica e versatilidade de uso, geralmente usados em prática de tiro informal em alvos não tradicionais, como placas de madeira ou latas de refrigerante. 

Chumbinho Baracuda Calibre 4,5 mm - 500 Unidades - H&N

Chumbinho Baracuda

Chumbos de cabeça pontiaguda: Possuem as mesmas características dos chumbos de cabeça arredondada, porém, permitem uma maior penetração dos alvos.

Chumbos de cabeça oca: A precisão é de apenas 20 metros de distância e por isso não é muito utilizado. Possui como característica a rápida expansão ao atingir o alvo.

Chumbinho Crow Magnum

Chumbinho Crow Magnum

 

Atenção com a segurança 

As armas de pressão precisam de cuidados, é importante lembrar que ela não pode ser considerada um brinquedo e muito menos ser manuseada por crianças.  Sempre mantenha a arma guardada em uma bolsa ou maleta adequada, sem munição e travada. 

Nunca aponte a arma para pessoas ou animais pois mesmo a munição sendo chumbinhos, devido às molas, a arma pode causar machucados e acidentes semelhantes os de armas de fogo. Quando estiver praticando sempre mantenha a concentração e atenção na arma, evite ao máximo distrações para evitar disparos acidentais. 

O local para a prática do Tiro Esportivo também merece atenção, sempre deve ser um lugar protegido de passagens inesperadas de pessoas ou animais. O alvo deve ser colocado em um local seguro como uma parede ou um barranco que possua uma espessura suficiente para que o projétil não o transpasse. 

Proteção para os olhos

Entre os principais equipamentos para proteção individual para a prática do Tiro Esportivo está os óculos para a proteção dos olhos.  Durante a prática do Tiro Esportivo os olhos podem ser feridos pelo salto de fragmentos dos projéteis disparados. 

O maior risco é no momento do disparo devido as altas pressões que podem lançar resíduos direção do olho do atleta. Os resíduos podem ser grãos de pólvora não queimada, lubrificantes aplicados em excesso e até mesmo sujeira acumulada na arma. 

Óculos de Segurança Jaguar Incolor - Kalipso

Óculos de Segurança Incolor

     

Proteção para as orelhas

Para a prática do Tiro Esportivo é indicado o uso de protetor auricular. Sem a proteção você irá aos poucos perder a sua audição devido a exposição dos ruídos e as altas pressões geradas pelas armas. 

Protetor Auricular Tipo Concha K-40 - Kalipso

Protetor Auricular

 

Alvos 

Para treinamentos e competições você precisará de alvos que sejam seguros.  Os alvos de cartão são uma boa opção por evitarem ricochete de projéteis em baixa velocidade, já os alvos rebatíveis possuem formatos variados e são práticos, pois após o tiro você pode levanta-los novamente na posição inicial utilizando uma corda, ou seja, sem a necessidade de se deslocar até o alvo para colocá-lo na posição desejada toda vez que o derrubar com o tiro. Os alvos rotativos também possibilitam horas de diversão sem precisar se deslocar até o alvo para o colocar na posição adequada. 

Alvo Metalico para Field Target Animal - Coelho

Alvo Metálico Animal - Coelho

Alvos descartáveis para carabinas e pistolas

 

Agora que você já conferiu nossas dicas para praticar Tiro Esportivo aproveite a grande variedade de armas e acessórios  que temos disponíveis no Mundo da Carabina!

Continuar lendo ...

Tiro Esportivo: O que é e por que faz tanto sucesso?

Sexta-feira, 10 de Novembro de 2017 - Tiro Esportivo

O tiro esportivo é uma esporte praticado com arma de fogo ou ar comprimido e que necessita de precisão e velocidade no manejo e na frequência dos tiros.

Na Europa durante o século 19 o tiro tornou-se uma prática esportiva.  As primeiras competições ocorreram na Suécia e começaram a se espalhar pela Europa, usando as mesmas armas utilizadas nos combates militares.

Ainda no século 19 surgiram diversos clubes de tiro na Europa e assim foram se criando as primeiras federações nacionais da modalidade. Em 1814, na Grã-Bretanha, foram publicadas as primeiras regras para as competições, escritas pelo coronel Peter Hawker. Na França em 1867 foi criado o Campo de Instrução de Chalôns, local que ficou conhecido por ter sido o palco de uma prova de tiro ao alvo com fuzis que ocorreu na mesma época e em 1907 foi criada em Zurique a União Internacional das Federações Nacionais de Tiro, com representantes da Argentina, Áustria, Bélgica, França, Grécia, Holanda e Itália. Em 1920, a entidade mudou seu nome para União Internacional de Tiro e em 1998 foi rebatizada como Federação Internacional de Tiro Esportivo.

O Tiro Esportivo no Brasil 

Durante o século 19 o Tiro Esportivo chegou ao Brasil com a  imigração europeia, principalmente por parte dos alemães e italianos que se fixaram na região Sul. Em algumas colônias alemãs passaram a ser realizadas competições de "Tiro ao rei".

Em 1899 no Rio Grande do Sul foi criado o Tiro Nacional com o objetivo de promover  a prática do tiro, já em 1906 foi fundada a Confederação de Tiro Brasileiro, subordinada ao Exército e unindo todas as entidades da modalidade no país. Atualmente a entidade é conhecida como Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE).

Categorias de Tiro Esportivo

O tiro esportivo é divido em três categorias principais: pistola, carabina e tiro ao prato.

Pistolas: Nessa categoria são utilizadas pistolas curtas ou armas quem podem ser manuseadas apenas com uma mão. Na prova de pistola livre são realizados 60 tiros em seis séries, geralmente com o alvo fixo a 50 metros do atleta, no caso de provas de pistolas com ar comprimido a distância diminuiu para dez metros.

Na prova de tiro rápido, tanto masculina quanto feminina, são utilizadas pistolas com capacidade para cinco tiros a uma distância de 25 metros. Já as provas de alvo móvel é divida em duas etapas, lenta e rápida, onde o competidor deverá acertar um alvo visível por cinco segundos na fase e na outro o alvo ficará visível por apenas dois segundos e meio totalizando 60 tiros, 30 em cada fase.

Carabinas: Nessa categoria são utilizadas carabinas longas e com disparo de ar comprimido ou dióxido de carbono. Durante as provas o atleta irá atirar em três posições diferentes em um alvo a 50 metros, deitado, de pé e ajoelhado. Nas competições masculinas são três séries de 40 tiros e nas femininas são três séries de 20 tiros.

Tiro ao Prato: Nessa categoria o alvo pode ser tanto fixo quanto móvel e a distância irá variar de acordo com a arma utilizada. Nas provas Skeets os pratos são lançados separadamente ou em conjuntos e o jogador deverá acertar o maior número possível de pratos. Nas provas de fossa olímpica o atirador deverá disparar duas vezes e acertar pelo menos um prato, já nas provas de fossa dublê o objetivo é acertar dois pratos com dois tiros.

O Tiro Esportivo nas Olimpíadas

O tiro esportivo está presente nas olimpíadas desde a primeira edição dos jogos na Era Moderna em 1896 em Atenas. O Barão de Coubertin, conhecido como pai dos jogos olímpicos, foi campeão francês no tiro com pistola e exerceu forte influência para a inclusão do esporte nas Olimpíadas. O tiro esportivo ficou fora dos Jogos Olímpicos apenas em duas edições, na de 1904 em Saint Louis e na de 1928 em Amsterdã.

As mulheres puderam competir pela primeira vez em 1968, na Cidade do México, juntamente com os homens. Apenas em 1984 em Los Angeles aconteceram as primeiras competições femininas divididas nas categorias pistolas de ar e carabinas de ar.

As primeiras medalhas olímpicas conquistadas pelo Brasil foram através do tiro esportivos, um ouro, uma prata e um bronze nos jogos de 1920 na Antuérpia. Infelizmente apenas em 2016 no Rio de Janeiro que o Brasil voltou a ganhar uma medalha olímpica no tiro esportivo, apesar de  ficarmos sem representantes brasileiros nos jogos apenas em 1924 e 1964.

Os locais de prática

Há diversos clubes para a prática do tiro esportivo, nesses clubes há dois tipos de espaço, o normal e o skeet

No espaço normal há várias cabines de tiro, em cada uma fica um atirador e na frente de cada cabine, a uma distância de no mínimo 15 metros, fica com um alvo. 

Os espaços conhecidos como skeet o atirador deverá ficar dentro de um espaço marcado apenas por um semicírculo. O ponto de onde os pratos/alvos deverão ser lançados também são marcados. No skeet a área de tiro também deve possuir no mínimo 15 metros de comprimento. 

Gostou de conhecer um pouco mais sobre Tiro Esportivo e sua tradição nos jogos olímpicos? Se você se interessou, ou já se interessava por Tiro Esportivo aproveite a grande variedade de armas e acessórios para a prática do tiro esportivo que temos disponíveis no Mundo da Carabina!

Continuar lendo ...

O que é o Airsoft?

Segunda-feira, 30 de Outubro de 2017 - Airsoft

Airsoft, esporte em que a honra dos jogadores é fundamental e que se destaca pelo realismo!

O Airsoft é um esporte de simulação de combates militares, onde os jogadores participam de operações em ambientes fechados ou ao ar livre, geralmente estas áreas também possuem uma  grande extensão, assim como os campos de batalhas reais.  O Airsoft  tem grande destaque em diversos países asiáticos, como o Japão, China, Taiwan, Macau, Coreia do Sul e Filipinas, pois nessas regiões a burocracia para adquirir uma arma de fogo é muito rígida. 

O Airsoft vem crescendo no Brasil e tem como principais princípios a honra e honestidade dos jogadores pois no Airsoft não é utilizado tinta para comprovar que o oponente foi atingido, como em outros jogos de simulação militar, dessa forma, o jogador ao ser atingido precisa ele mesmo se entregar. No Airsoft podem ser simuladas ações como invasão de território, eliminação de adversário, resgate de reféns e muitas outras. 

No Japão, na década de 70, o Airsoft foi criado e desenvolvido por um grupo de amigos apaixonados por armas que desejava criar um jogo com estratégias militares e com armas mas que não fosse necessário armas de fogo que devido as leis do país o porte de armas para civis era proibido. Logo o jogo passou a se popularizar em todo o mundo, porém, no Brasil o Airsoft começou a se tornar popular apenas no início dos anos 2000. Com o crescente surgimento de equipes de Airsoft no Brasil logo ocorreu o primeiro evento nacional, a Operação Fenix, em novembro de 2009.

Diferentemente de jogos como o Paintball, que são considerados mais uma brincadeira, no Airsoft  o objetivo é simular com o máximo de realismo uma ação de combate. Hoje em dia o Airsoft também é utilizado como treinamento militar. 

O airsoft de acordo com as leis brasileiras 

No Brasil o Airsoft é um esporte regulamentado pelo Exército Brasileiro, mas não precisa ser militar para poder praticar, apenas é necessário ser maior de 18 anos.

Já a respeito das armas utilizadas no Airsoft, mesmo sendo réplicas de armas de fogos, é preciso sempre estar portando a Nota fiscal que comprova que ela é legalizada no Brasil. 

As armas de airsoft

Como já citado, as armas utilizadas no Airsoft são réplicas  idênticas às armas reais, geralmente são de plástico e com a algumas partes em metal para aumentar a semelhança com armas de fogo. As munições dessas armas são bolinhas de plástico, também conhecidas como esferas ou BB's. 

As armas de Airsoft são separadas em três tipos diferentes de funcionamento, por ação de mola, também chamadas de Spring, elétricas (AEG) e a gás (GGB). Cada tipo de arma de Airsoft é mais indicada para determinadas simulações e posições dos jogadores, pois cada uma apresenta um desempenho diferente. Por exemplo, para quem está iniciando no esporte é mais indicado uma arma AEG, como explicaremos neste post

Um detalhe importante sobre as armas de Airsoft é que todas possuem uma espécie de protetor laranja na ponta. Esse protetor nunca deve ser retirado, pois ele é obrigatório para as diferenciar das armas de fogo. Você deve adquirir uma arma de Airsoft apenas em locais e lojas autorizadas pelo exército, como o Mundo da Carabina.

Principais equipamentos: 

Armas de Airsoft

Armas de Airsoft

Munição para Airsoft

Munição de Airsoft

Colete Tático

Colete Tático

Luvas

Luvas

Joelheiras

Joelheiras

Capacete Tático

Capacete Tático

Óculos de Proteção

Óculos de Proteção

Botas Táticas

Botas Táticas

 

Ficou interessado em saber mais desse esporte que cada vez vem ganhando espaço e adeptos? Fique sempre atento ao Mundo da Carabina, além da enorme variedade de produtos para Airsoft que temos em nosso site, também estaremos disponibilizando mais conteúdos!

Continuar lendo ...

Elétrica, a gás ou de mola, qual arma de airsoft escolher?

Sexta-feira, 27 de Outubro de 2017 - Airsoft

Descubra mais sobre as diferenças de cada tipo de funcionamento de uma arma de airsoft!

Você sabia que há mais de um tipo de funcionamento para armas de airsoft? As armas elétricas, a gás ou de mola possuem cada uma as suas particularidades, vantagens e desvantagens. Então antes de escolher a sua arma vamos falar um pouco sobre alguns detalhes que irão evitar futuras dores de cabeça. 

  

ARMA PARA AIRSOFT ELÉTRICA / AEG

As airsoft elétricas, também conhecidas como AEG (Automatic Electric Gun), possuem funcionamento automático e dependem de uma bateria para funcionar.  Através da energia fornecida pela bateria o motor elétrico carrega e dispara a munição.

As armas de airsoft do tipo AEG são as mais populares, pois são fáceis de usar e não exigem muita experiência, ou seja, são as mais indicadas para quem está começando no airsoft ou deseja uma arma com um funcionamento mais simples.

Outra vantagens das as armas AEG que fará toda a diferença é que elas possuem uma manutenção básica e simples. Você somente precisará manter a bateria carregada corretamente e o cano limpo. Seguindo essas instruções e  não dando rajadas muito longas a sua arma não vai apresentar problemas tão cedo, exceto em alguns casos que você terá que fazer algum pequeno e simples ajuste.

 

Principais características das Armas para Airsoft Elétricas (Armas AEG)

  • Não necessita Certificado de Registro para a aquisição.
  • Pode ser usada em todos os tipos de jogos de airsoft, inclusive em simulações militares.
  • Possuem carregadores de munições de alta capacidade, em sua maioria.
  • As AEG's são as armas indicas para lideres de equipe, justamente por permitir disparos mais rápidos.
  • São divididas em duas categorias, semiautomática e automática (full-ato). 

 

ARMAS PARA AIRSOFT A GÁS / GBB

As armas de airsoft a gás, também conhecidas como GBB, proporcionam uma experiência bem mais próxima a de utilizar uma arma de fogo pois o recuo, capacidade de munição e mecanismos muito similares a de uma arma real.

Ao contrário das elétricas as armas GBB's exigem que você tenha um pouco mais de experiência e prática pois você precisará lidar com o impacto causado pelo disparo, uma espécie de "coice".

Se você deseja uma  airsoft a gás saiba que precisará ter muito cuidado com ela, seja na hora de utilizá-la ou até mesmo de guardá-la, pois qualquer dano causado nas válvulas e no o-rings poderá gerar vazamento de gás. A manutenção de uma GBB pode ser bem mais frequente do que a de uma AEG.  Peças de reposição e magazines para a GBB também são mais caras.

 

Principais características das Armas para Airsoft a Gás (Armas GBB's)

  • Necessita de Certificado de Registro  para a aquisição.  
  • Em dias de muito frio o desempenho é reduzido.
  • Os gases mais utilizados são CO2, green gás e propano.
  • Devido ao mecanismo mais complexo há mais necessidade constante de manutenção. 

 

ARMAS PARA AIRSOFT A MOLA / ARMA SPRING

As armas de airsoft com funcionamento por molas são, também conhecidas como armas springs, possuem uma mola que comprime energia elástica. No momento do disparo a mola, que estava comprimida, é liberada e comprime o ar do cilindro fazendo com que a munição seja disparada.

Nas armas springs é possível dar apenas um tiro por vez, pois a cada disparo é necessário acionar o ferrolho novamente para que a mola volte a ser comprimida mas mesmo assim as armas de airsofts a mola são bastantes usadas pela facilidade da manutenção e boa precisão do tiro.

As armas springs também se destacam por serem práticas, já que não necessitam recarregar baterias ou gás. 

 

Principais características das Armas para Airsoft a Mola (Armas Springs)

  • Não necessita de Certificado de Registro para a aquisição.
  • Não são muito indicadas para missões de airsoft.
  • Ótimas, e mais indicadas,  para a prática de tiro esportivo. 

 

Agora que conversamos um pouco mais sobre o funcionamento de uma arma de airsoft e os seus tipos, dê uma olhada no nosso outro post onde explicamos a diferenças entre rifles, pistolas e rifles sniper! Não deixe de conferir todas as arma de airsoft disponíveis no Mundo da Carabina, a arma perfeita para você com certeza está aqui. 

Continuar lendo ...